Últimas

As novas Yamaha WR-F 2020 não vão ter matrícula!

By on 6 Setembro, 2019

De acordo com a informação distribuída à imprensa, de apresentação dos novos modelos WR-F para 2020, o tão aguardado modelo de enduro da Yamaha, não será homologado e como consequência disso, não poderá ser matriculado.

Citando a Yamaha ” As WR250F e WR450F apenas estarão disponíveis com especificações de corrida, sem homologação EU4, para utilização em circuitos fechados, zonas privadas e eventos específicos em que seja permitida a participação de veículos não registados.

A Offroad Moto entrou em contacto com a Yamaha Motor Portugal para tentar perceber um pouco melhor esta situação.

A Yamaha Motor Portugal respondeu-nos dizendo que esta situação se deve a uma quebra de confiança entre a YAMAHA e a empresa que detinha a propriedade das homologações Europeias que serviam de base ao kit de homologação montado em cada modelo da WR-F, e que com isso permitia vender / disponibilizar as duas versões do mesmo modelo.

Como é usual em Portugal as motos de enduro são entregues aos seus compradores com kit de piscas, placa de matrícula, espelhos e escape e talvez alguma restrição na electrónica. Os compradores que assim o desejem poderão utilizar esses acessórios na suas motos para estarem conformes ao código da estrada, mas sabemos que os praticantes de offroad, normalmente preferem ter as suas motos mais “aligeiradas” para evitar danos em situações muito comuns de quedas.

Como tal, percebemos agora que esses kits de homologação não foram disponibilizados nos novos modelos de 2020, pelo que as motos não estão aptas a rodar na via publica e como tal não poderão ser homologadas.

O que não sabemos é se essa homologação poderá vir a ser requerida por alguma outra empresa, não ligada à Yamaha, mas que queira adquirir os modelos em versão “fábrica/competição” e os transforme para condições de homologação, situação que, a acontecer, não seria novidade nem seria de estranhar.

Existem muitos praticantes de offroad em Portugal que são fieis utilizadores das WR-F e que quererão agora adquir o novo modelo 2020 que foi alvo de profunda evolução, estando agora mais competitiva e interessante do que nunca. Mas a matrícula é obrigatória para que uma moto possa inscrever-se num enduro ou raid, que são provas que sempre utilizam as vias publicas, para aceder aos troços de terra.

Dificilmente podemos conceber a ideia de que não existirá uma solução para matricular as novas WR-F, sendo que de momento a posição oficial da Yamaha Motor Europe em Portugal é firme e inequívoca!

A Yamaha Motor Europe em Portugal adiantou ainda que espera ter estes modelos (competição, não homologados) disponíveis no ultimo trimestre do ano e que ainda não estão definidos os preços para 2020.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!