MXGP: Calendário com 11 rondas em 3 países

By on 30 Julho, 2020

O calendário do campeonato mundial de Motocross tem prevista a realização de um total de 14 provas em 6 países e em 4 meses. Este é o plano da Infront Moto Racing para levar avante a temporada de 2020.

A ideia base é ter um país a realizar múltiplos Grandes Prémios em cada mês: Letónia em Agosto, Itália em Setembro e Bélgica em Outubro.

Kegums será o palco de 3 rondas no espaço de uma semana, a primeira das quais no dia 9 de Agosto. Nesse mesmo circuito, irão disputar-se corridas nos dias 12 e 16, naquele que será o novo “pontapé de saída” do campeonato.

Itália será o país que mais etapas vai receber: 5 das 14 provas que faltam realizar terão lugar em terras transalpinas.

Faenza e Mantova vão acolher duplos grandes prémios consecutivos em apenas duas semanas e meia. Em resumo, entre 16 de Setembro e 4 de Outubro os pilotos de MXGP e MX2 vão disputar 4 rondas neste país. A caravana regressa depois a Pietramurata no início de Novembro.

Em Outubro, é a vez da caravana “assentar arraiais” na Bélgica. Lommel será a “sede” de três provas consecutivas no espaço de uma semana: 18, 21 e 25 de Outubro. Conhecido pelo seu piso de areia profunda, arriscamos dizer que vai ser uma longa semana para todos os pilotos…

Pelo meio, está previsto o Mundial de Motocross passar pela Turquia e por Espanha para terminar depois na Argentina, única ronda prevista fora do continente europeu – com as inevitáveis restrições às viagens que se irão manter durante algum tempo, a prova de Neuquen corre o enorme risco de não se poder realizar.

O Grande Prémio de Portugal mantém-se no calendário mas ainda está por confirmar a sua realização. O Águeda Action Club, em conjuntos com todas as entidades oficiais portuguesas estão a fazer tudo o que é possível para viabilizar a realização da etapa lusa.

(Foto: MXGP)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!