Últimas

Silk Way Rally: Pilotos fizeram hoje etapa de ligação entre a Mongólia e a China

By on 13 Julho, 2019

Não havendo qualquer dia de descanso no Silk Way Rally, a etapa de hoje não foi cronometrada e serviu apenas para fazer os 550 km de transição entre a Mongólia e a China.

A prova só termina no dia 16 de Julho pelo que os pilotos disputarão os últimos três dias de corrida em solo chinês. No total, os pilotos ainda terão pela frente 821 km de especiais cronometrados no coração das dunas do deserto de Gobi.

Nas motos, Sam Sunderland tem estado absolutamente irrepreensível. Vencedor de 3 etapas até agora, o britânico tem sido o piloto que menos erros tem cometido. Assim, o piloto da KTM está na frente da corrida com mais de 21 minutos de avanço sobre Oriol Mena, o vencedor da etapa de sexta feira.

Para Sunderland, ainda há muita prova pela frente: “Mesmo com uma liderança de 20 minutos, não nos podemos dar ao luxo de começar a gerir a corrida. Há demasiadas coisas que podem correr mal, por isso prefiro continuar a atacar mas mantendo-me sempre muito concentrado.”

Paulo Gonçalves foi obrigado a abandonar na 6ª etapa com problemas mecânicos na sua Hero. O piloto de Esposende aparece na 21ª posição na classificação geral mas vai continuar em prova para cumprir o seu objetivo de continuar a conhecer a sua moto em ambiente de competição.

Este domingo, os pilotos enfrentarão a maior etapa da corrida. Serão 326 km cronometrados entre Bayin Baolige e Alashan.

(Foto: RallyZone)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!