AMA Supercross: A reação da KTM à saída de Ryan Dungey

By on 6 Dezembro, 2019

Depois de o nove vezes campeão do AMA Supercross e Motocross, Ryan Dungey, ter anunciado que iria estar à frente da GEICO Honda, foi a vez de a KTM dar os parabéns ao antigo piloto.

O diretor da Red Bull KTM, Ian Harrison, mostrou a sua confiança no projeto de Dungey. “O Ryan é um verdadeiro profissional em todos os sentidos do termo e estamos confiantes de que será bem-sucedido em tudo o que escolher para a sua vida.”

Além de sua prestigiada carreira como piloto, Dungey teve um impacto inegável na marca KTM com, por exemplo, o desenvolvimento da KTM 450 SX-F Factory Edition.

“Ele fez tanto pela KTM”, continuou Ian Harrison, “e quando entregou o testemunho em 2017, sentimos que a nossa equipa só ficou mais forte à medida que continuamos a alcançar marcos importantes com os nossos atletas e o desenvolvimento da moto. Desejamos ao Ryan o melhor para este próximo capítulo da sua carreira pós-competição.”

Em 2010, a KTM tomou a decisão de se voltar para o Supercross e Motocross nos EUA em grande escala, trazendo dois dos líderes da disciplina na altura: Roger DeCoster e Ian Harrison. Depois, chegou Ryan Dungey, que entrou para a equipa em 2012, trabalhando com a KTM para desenvolver aquela que se tornaria na KTM 450 SX-F de fábrica.

Campeão em titulo no AMA Supercross, Cooper Webb e a Red Bull KTM estão prontos para a abertura do campeonato já no dia 4 de janeiro de 2020 em Anaheim, na Califórnia. Webb terá também ao seu lado Marvin Musquin, que continuará a lutar pelo seu primeiro título da carreira em 450.

(Foto: KTM)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!