CN Motocross: Daniel Pinto em dúvida para a temporada de 2020

By on 11 Fevereiro, 2020

O vice-campeão nacional de MX1 foi submetido a uma intervenção cirúrgica a um quisto pilonidal que o incomodava já há um ano e meio.

Em declarações exclusivas ao Offroad Moto, Daniel Pinto disse que não deverá participar no campeonato nacional de Motocross este ano já que “segundo os médicos, não devo fazer qualquer atividade desportiva durante dois meses. Sendo uma lesão para a qual não existe fisioterapia ou algo para ajudar na recuperação, só me resta mesmo repousar e esperar que o local cicatrize, sem quaisquer movimentos bruscos. Para já, terei duas semanas de imobilização na cama”.

Não gosto de me comprometer com ninguém sem saber o que o futuro me reserva, então não fiz grandes contactos de patrocinadores sendo que neste momento não tenho qualquer apoio.

Sobre os planos que tem para 2020, Pinto “gostava de fazer um ano diferente, e talvez surpreender o pessoal. Já tenho algumas datas mais ou menos definidas em relação à recuperação, pelo que vou tentar preparar uma surpresa, e dentro do meu plafond financeiro, fazer algo engraçado no Motocross”.

O n.º 259 sempre teve no Supercross a sua modalidade de eleição e este ano afirma estar “a guardar a minha moto de 2019, pelo que se calhar vou competir com ela”.

DP tinha estado afastado quase 5 anos dos campeonatos nacionais de Motocross e Supercross e, obviamente, lamenta este novo azar: “Tenho pena, pois fui vice campeão de MX1, e sinto que durante esta pré-época estava a conseguir ganhar níveis de confiança, condução e resistência bastante bons. No entanto, a minha carreira desportiva foi marcada por lesões, sendo que as mais graves apareceram sempre nas piores alturas, e agora não é exceção. Consegui ter uma época 2019 bastante regular, com apenas uma lesão na Poutena que me limitou o resto do campeonato de Supercross, mas que me permitiu ir rolando”.

Daniel Pinto mantém um espírito positivo e conclui que “resta-me apenas recuperar bem e ver o que 2020 me reserva. Assim sendo, para já tenho como objectivo principal focar os meus alunos da escola ‘Live to Ride‘, e prepará-los para os seus respetivos campeonatos!”

(Foto: Luís Duarte/FMP)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!