Laia Sanz, Dakar 2020: “Não podia estar mais satisfeita com o meu desempenho”

By on 20 Janeiro, 2020

Laia Sanz tem sido imbatível na prova mais extrema do mundo, tendo completado a sua décima participação consecutiva no evento, um recorde nunca alcançado por nenhum piloto espanhol na categoria de motos.

A piloto da Gas Gas cruzou a linha de chegada da última etapa do Rally Dakar 2020 na 18ª posição e, mais uma vez, como a melhor mulher em prova.

“Estou muito feliz por ter completado todas as 10 provas do Dakar em que participei. É a parte mais positiva deste Dakar e algo muito difícil de se conseguir. Eu nunca teria imaginado alcançar um número de dois dígitos de edições acabadas. Muito poucos o fizeram na história da corrida e nenhum espanhol o fez antes, por isso posso estar muito orgulhosa disso”.

Para Laia, completar a corrida e chegar ao final tornou-se uma prioridade a partir do momento em que o objetivo de terminar no top 15, ou mesmo tentar o top 10, se tornou uma batalha praticamente impossível.

“Quando vi que seria muito difícil terminar mais acima, concentrei-me em tentar terminar o rally, independentemente do resultado. Mesmo assim, até ontem corri alguns riscos para terminar entre os 15 primeiros. Desta vez, não foi possível, mas não faz mal. Não podia estar mais satisfeita com o meu desempenho porque, apesar das adversidades deste ano, como sempre, lutei até o fim”, afirmou Laia Sanz.

A piloto de Corbera de Llobregat encerra assim a sua décima participação que começou logo complicada, depois de uma queda prematura na segunda etapa. Sanz não só teve que superar a dor do forte golpe na anca, como também foi forçada a andar mais atrás, com muita poeira em suspensão dos pilotos mais lentos que interferiram nas suas hipóteses de progredir.

Foto: Facebook Laia Sanz

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!