Mário Patrão: “Não consigo assimilar que isto aconteceu”

By on 13 Janeiro, 2020

Mário Patrão tinha em Paulo Gonçalves uma referência para a sua carreira.

À chegada da fatídica etapa 7, e em lágrimas, o piloto de Seia declarou: “não há palavras que possam descrever aquilo que sinto. Por trás destas competições estão as nossas vidas e sempre com um enorme sofrimento. Mas hoje esta realidade dói mais e abala-nos a todos, perdemos um grande Amigo, um excelente ser humano e um Piloto incrível”.

“Colocamos tudo em causa. Os meus sentimentos a toda a família. Não consigo sequer assimilar que isto sucedeu. Uma coisa é certa: o Paulo será sempre o nosso Speedy Gonçalves e os seus feitos nunca irão desaparecer” garante Patrão.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!