Últimas

Silk Way Rally 4ª etapa: Sam Sunderland lidera e Paulo Gonçalves em 8º

By on 10 Julho, 2019

A capital da Mongólia, Ulan Bator, acolheu hoje a quarta etapa do Sik Way Rally, a primeira parte da primeira etapa maratona da prova., mas mesmo assim a mais longa etapa de todo o rali, com cerca de 470 km, numa rota circular em redor da cidade.

À chegada, as motos foram colocadas em parque fechado onde apenas os pilotos puderam realizar a revisão e reparações mecânicas necessárias, sem a ajuda de mecânicos.

O vencedor da etapa foi o inglês Sam Sunderland da KTM, seguido do seu companheiro de equipa, o argentino Luciano -Benavides (+3m46s) e em terceiro, o espanhol Joan Barreda da Monster Energy Team com mais 4m57s.

O espanhol da Honda manteve um ritmo forte ao longo de toda a etapa, para a qual partiu em 2º lugar, tendo alcançado o seu companheiro e líder até então Kevin Benavides, que sofrera um problema no travão dianteiro ao quilometro 40, que o obrigou a rodar sem travão dianteiro ao longo de 430km perdendo muito tempo para os seus competidores.

Kevin Benavides que ganhou a primeira e a terceira etapas e liderava a classificação geral, perdeu 18m32s com esta problema mecânico e caiu para a 4ª posição da geral a 15m38s do novo líder Sam Sunderland.

Na 4ª posição da etapa ficou Van Beveren da Yamaha (+7m23s) e em 5º o americano Andrew Short da Husqvarna (+8m38s).

O português Paulo Gonçalves a estrear a sua nova Hero, quedou-se pela 9ª posição da etapa, cedendo 11m49s ao líder Sam Sunderland, mas mesmo assim assegurando um excelente 8º lugar na classificação geral.

No final da etapa Sam Sunderland explicava:

“Hoje tivemos a mais longa etapa do rali, tentei manter um bom ritmo e fui melhorando a minha cadência ao longo da etapa, até ao fim. Sendo uma etapa maratona não vou poder fazer grandes reparações mas a moto está boa, apenas os pneus poderão dar problemas pois serão os mesmos amanhã. Estou a gostar desta experiência no deserto da Mongólia.”

Já Luciano Benavides viu o seu irmão Kevin sofrer um problema de travões que lhe retirou a liderança da prova mas Luciano está agora no 2º lugar. à chegada proferiu algumas palavras:

“2º na etapa de hoje e estou em 2º da geral, foi um grande dia para mim! Hoje percorremos 470 km muito rápidos, a média global foi de 120km/h! Estou muito contente com o desempenho que estou a mostrar e que vou tentar manter nos próximos 6 dias de corrida. Foi uma pena para o meu irmão que teve problemas no travão dianteiro logo no inicio da etapa tendo que manter um ritmo a fundo, mas sem travões, atá ao final !! Una loucura, muchos huevos!!”

Joan Barreda da Honda também fez os seus comentários sobre a etapa onde se classificou em 3º:

“Hoje foi um bom dia. Na etapa mais longa deste rali, 470km, consegui manter um ritmo alto apesar de algumas dificuldades, sobretudo na parte final, com a navegação fiz um erro que me atrasou um pouco.

Estou contente porque coreu tudo bem. A moto está perfeita, assim só vou precisar de fazer uma pequena revisão agora de seguida. Amanhã 5ª etapa!! “

Classificação 4ª Etapa:

Classificação Geral após a 4ª Etapa:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!