Rita Vieira, Enduro: “Tinha mesmo saudades da adrenalina das provas”

By on 11 Julho, 2020

Rita Vieira chegou a Souselas com a hipótese de lutar pelo título de campeã nacional de Enduro na classe Senhoras.

Infelizmente, alguns erros nas primeiras especiais prejudicaram o seu resultado mas, ainda assim, chegou a vencer algumas especiais cronometradas.

Vice campeã na categoria feminina em 2020, a piloto da Yamaha foi a única a impedir a invencibilidade de Joana Gonçalves.

Foi um fim de semana duro, foram mais ou menos 6H em cima da moto onde as temperaturas rondavam os 40º graus. Ainda assim diverti-me imenso e deu para saciar aquela fome gigante da competição, tinha mesmo saudades de sentir a adrenalina que só as provas nos conseguem proporcionardisse Rita no final da prova de Souselas.

Comecei mal, com duas quedas nas duas primeiras especiais, mas ao longo do dia fui melhorando e sentindo-me mais confiante com a minha Yamaha. Dei o meu máximo até ao ultimo segundo da 3ª volta e acabei por conseguir fazer bons tempos em algumas especiais cronometradas. Acabei assim o dia em 2º lugarafirmou a piloto da Raposeira em jeito de balanço da última prova do campeonato.

Relativamente ao título, a verdade é que não consegui cumprir o meu objectivo. Não fui além do vice campeonato. Embora seja algo que me deixa triste, há uma coisa que me deixa extremamente contente, é o facto de querer tanto a vitória que me faz trabalhar, que me faz lutar e que me faz evoluir. Hoje estou melhor que ontem, melhor do que há um mês, e bastante melhor do que no ano passado.  Um gigante obrigada a todos os patrocinadores e a todas as pessoas que me apoiam” concluiu Rita Vieira.

(Foto: FMP)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!