Coupe de l’Avenir: Portugal termina na 10.ª posição na classe 65cc

By on 6 Outubro, 2019

A equipa composta por Tomás Santos, Rodrigo Barros e Bernardo Pinto colocou Portugal no lote dos dez primeiros.

Tomás Santos (21.º/20.º) foi prejudicado por um mau arranque na primeira manga que o obrigou a fazer uma corrida de trás para a frente. Na segunda manga, o piloto da KTM conseguiu entrar no Top 20.

Rodrigo Barros (25.º/28.º) foi menos feliz na segunda do que na primeira. Ainda assim, o piloto da Yamaha conseguiu registar o seu melhor tempo na penúltima volta da segunda corrida.

Na sua estreia a nível internacional, Bernardo Pinto (31.º/27.º) teve dificuldades na primeira manga mas melhorou significativamente na segunda.

Considerando que os nossos três representantes fizeram aqui a sua primeira participação nesta prova, são naturais as dificuldades que os lusos sentiram, sobretudo porque a classe 65cc fez a primeira manga com a pista ainda muito enlameada devido à chuva que caiu no início do dia.

Parabéns ao trio português pelo esforço!

(Foto: Regis Yves)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!