Últimas

MXON: O boné da discórdia entre a Red Bull e a França!

By on 6 Setembro, 2019

Esta era a proposta da Red Bull KTM para o boné a utilizar por Tom Vialle no Motocross das Nações. A Federação Francesa de Motociclismo não a aceitou.

Em entrevista ao site MX2K, Jacques Bolle – presidente da FFM – afirmou que “esta situação se coloca porque a França e os EUA são das poucas seleções que têm bonés próprios que os pilotos devem utilizar durante o fim de semana do MXON. Aliás, os bonés dos EUA não têm sequer lugar para publicidade a bebidas energéticas.”

O regulamento do Motocross das Nações traz especificações para as cores das camisolas e dos capacetes de cada seleção, não para os bonés.

Colocada esta questão a Bolle, o francês esclarece: “sempre aceitámos que os logotipos das marcas de bebidas energéticas se sobreponham ao logotipo da seleção nos capacetes. Quanto aos bonés, os mesmos não deveriam ter qualquer logotipo de patrocinadores dos pilotos. O problema foi que cedemos em 2015 algum espaço à Monster e, de lá para cá, as marcas de bebidas energéticas querem mais e mais espaço. Entendemos que não está correto.”

Mesmo tratando-se apenas de um espaço num boné, a verdade é que esta caricata situação levou a que Tom Vialle ficasse de fora daquela que seria a sua estreia no Motocross das Nações.


(Foto: MX2K)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!