GNCC: Kailub Russell conquista quarta vitória de 2020

By on 20 Maio, 2020

A sorte esteve do lado de Kailub Russell no Bulldog GNCC com o piloto a alcançar a quarta vitória da temporada de 2020 do Grand National Cross Country. Ricky Russell e Josh Strang também estiveram na luta até Ricky Russell sofrer uma queda já na última volta.

O Covid-19 obrigou o GNCC a uma paragem de dois meses, mas foi tempo de voltar à ação, desta feita com o Bulldog, num ambiente muito diferente, com máscaras faciais e distanciamento social.

Na categoria XC1, Kailub Russell manteve uma liderança relativamente confortável nas duas primeiras horas do Bulldog, até que lappers e pitstops permitiram que Ricky Russell e Josh Strang se começassem a aproximar. Ricky ainda trocou a liderança com Kailub na última volta até que, segundo relatos da pista, um choque entre o dois acabou por derrubar Ricky numa secção de alta velocidade. O piloto sofreu uma lesão na perna que o obrigou a ir até ao hospital e, com alguma sorte, Kailub conquistou a vitória.

Desta forma, Russel conseguiu manter o seu recorde de 100% de vitórias em 2020, cruzando a linha quatro segundos à frente de Strang. “Estive sempre bastante relaxado nos primeiros três quartos da corrida”, disse Kailub. “Consegui o holeshot e liderei praticamente as primeiras cinco voltas e depois fiquei um pouco retido atrás de alguns pilotos. O Ricky estava a correr muito bem e foi o tipo de corrida para ganhar mesmo no final e eu tive um pouco de sorte”, admitiu o piloto, sublinhando ainda que o incidente ocorreu devido a uma possível má escolha de trajetória por parte do seu adversário.

Josh Strang terminou em segundo lugar depois de ter conseguido recuperar da sétima posição. Foi mais um pódio difícil para Strang, mas o facto de Ricky Russel não ter pontuado acabou por jogar a seu favor. Está agora em segundo também na classificação geral e é o piloto mais próximo de Kailub no campeonato.

Em XC2 foi Craig DeLong quem conquistou a vitória, a sua segunda na classe e no Bulldog GNCC, após uma performance impressionante. DeLong fez um trabalho semelhante àquele que Russell tinha feito em XC1, ao garantir o holeshot e dar o máximo na primeira metade da corrida. A vantagem conseguida permitiu-lhe abrandar o ritmo nas últimas voltas para terminar oito segundos à frente de Ryder Lafferty.

Com quatro rondas do campeonato completadas, DeLong detém agora a liderança na classe XC2 250 Pro Championship. “Foi estranho tirar algum tempo de folga, por isso estar de volta às corridas é muito bom e é ainda melhor sair com a minha segunda vitória. Senti algum nervosismo antes da corrida porque era como se fosse a primeira. No entanto, estou contente por ter terminado com uma vitória e por ganhar alguma vantagem na classificação geral. Assumimos a liderança, esse era o meu objetivo neste momento e é para isso que estamos a trabalhar”, afirmou o piloto.

Por sua vez, Ryder Lafferty também deu grande espetáculo na primeira corrida depois da pausa provocada pelo surto de coronavírus. Lafferty terminou com apenas oito segundo de diferença do vencedor e parece que o tempo de paragem o ajudou na recuperação da lesão que tinha sofrido no pé, logo no início da temporada.

A corrida da classe WXC arrancou com Mackenzie Tricker a conquistar o holeshot, mas acabou por ter de se retirar logo na segunda volta com uma embraiagem partida. A vitória ficou para Becca Sheets, mostrando assim que continua a marcar o ritmo desta temporada. Esta foi a sua quarta vitória no Bulldog GNCC, à frente de Tayla Jones, que teve de lutar para conseguir roubar o posto a Rachael Archer.

_

Foto: Instagram Kailub Russel

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!