ISDE, Dia 3: EUA assumem a liderança e Grã-Bretanha abandona

By on 13 Novembro, 2019

O terceiro dia começa com chuva e vento forte na Serra de Monchique. As condições trouxeram algumas surpresas, incluindo a vitória de Albin Elowson no segundo teste.

O ponto menos positivo do dia foi, sem dúvida, a saída da equipa da Grã-Bretanha do Troféu Mundial, depois de uma grande queda de Joe Wootton, que deslocou o ombro. “Estava a correr com algum pó no teste final e não vi nenhum buraco com água, simplesmente esqueci-me que estava lá. A minha roda dianteira entrou e acabei por cair”. Com Brad Freeman já fora da competição no início da semana, os restantes pilotos, Danny McCanney e Alex Snow, estão agora a lutar pelos resultados individuais.

Quanto ao piloto australiano Daniel Sanders, conseguiu terminar o dia, mais uma vez, no topo da geral, apesar de algumas dificuldades encontradas durante a prova. “Não foi um bom começo de dia,” explicou Sanders. “Estava a correr bem no teste de abertura, mas fiquei com um arame enrolado à volta da roda de trás, que parou a minha moto e atirou-me por cima das barras. Apesar de ter conseguido regressar e recuperar algum tempo este contratempo fez-me ficar um pouco para trás”.

Por sua vez, Josep Garcia acabou por perder quase um minuto, devido a uma situação semelhante à de Sanders. Consequentemente, também caiu na geral, deixando a segunda posição para Taylor Robert, que estava logo atrás. “Comecei muito bem hoje e no terceiro teste mas, a certa altura, algo agarrou o meu pé. Foi o arame farpado para os animais e estive 50 segundos fora da moto a desprendê-lo da perna. Não sei o que vai acontecer, mas não é justo quando passamos 50 segundos no chão quando não é culpa nossa. De qualquer forma, sinto-me bem com a moto e vamos ver o que acontece”, explicou Garcia. O terceiro posto na geral individual ficou nas mãos do americano Kallub Russell.

Apesar de estarem dois pilotos americanos no top 3, foi necessário o esforço de toda a equipa para colocar os EUA na liderança da categoria do Troféu Mundial. Assim sendo, a Austrália desceu à segunda posição com a Itália a manter-se em terceiro.

No que ao Troféu Mundial Júnior diz respeito, são a Austrália e os EUA que também seguem na frente, só que na ordem oposta, com pouco mais de um minuto de diferença. Itália e França seguem numa luta à parte, desta feita, pelo terceiro lugar.

A equipa asutraliana do Troféu Mundial Feminino começou o dia com duas pilotos, já que Mackenzie Tricker teve que ficar de fora por motivo de doença. As penalidades por tempo parecem estar a afetar em grande medida muitas das equipas femininas, especialmente a Alemanha que caiu de primeiro para quinto em apenas dois dias. Apesar disso, Maria Franke, permanece em segundo na geral individual.

Os EUA lideram a Austrália por 1m07s com Brandy Richards s manter-se também na frente. Já a equipa feminina da Grã-Bretanha está a minimizar os danos da equipa principal masculina, ao se colocar em terceiro lugar da geral. Quanto à individual é a australiana Tayla Jones que continua a assegurar o posto. “Não gostei muito dos primeiros dois dias e não consegui entrar no ritmo até à segunda metade do segundo dia mas eu fiquei feliz por ter novas pistas hoje e a trilha era muito técnica, o que dificultou um pouco as coisas”, explicou a piloto.

Foto: Vision Offroad Media

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!