Últimas

ISDE: Já é conhecida a equipa da Grã-Bretanha

By on 11 Setembro, 2019

Parece começar a desenhar-se o grupo de candidatos à vitória no FIM International Six Days Enduro que terá lugar em Portimão. Com a divulgação da equipa da Grã-Bretanha, é impossível não colocar nesse mesmo grupo os pilotos que dela fazem parte. Falamos de um trio de vencedores de Enduro GP e atuais campeões do mundo que terão, certamente, uma palavra a dizer nesta prova.

A equipa principal, que será candidata ao troféu de ISDE, é composta por Steve Holcombe, Brad Freeman, Danny McCanney e Joe Wootton. A feminina contará com Jane Daniels, Rosie Rowett e Nieve Holmes. Já a equipa que competirá no troféu júnior trará a Portimão Dan Mundell, Alex Walton e Jed Etchell.

“Este ano, tivemos alguma sorte pois, a prova não calhou na mesma altura que o Enduro GP. Isso, permitiu-me escolher os pilotos que estão no auge da sua carreira e no topo da modalidade”, referiu Daryl Bolter, diretor da equipa britânica.

Apesar de a escolha para a equipa principal não ter sido difícil, o mesmo parece não ter acontecido com os juniores. “Muitos deles não se podia comprometer a 100% com o evento e com a equipa porque não tinham a certeza em que competições iriam participar nessa altura ou em que equipa iriam correr. Como eu queria ter tudo resolvido por esta altura e não deixar para o último minuto fizemos o nosso melhor.”

Outra das dificuldades da escolha foi o limite de idade (menos de 23 anos). “É difícil com este limite pois não tínhamos a certeza se deveríamos optar por pilotos experientes que correm ao mais alto nível ou por uma equipa totalmente nova que chega sem pressão e cheia de energia.”

O foco de Daryl Bolter estará, claro, segundo o mesmo, na equipa principal. No entanto, o diretor da equipa britânica tem como objectivo colocar todas as suas equipas no pódio. “A equipa feminina também é muito forte. Todas são pilotos muito motivadas e com muita experiência.”

Bolter referiu ainda que Steve Holcombe é, sem dúvida, a figura principal da equipa pois, está no topo do desporto mundial. “O Steve é um modelo para qualquer piloto. Ele tem sido muito proactivo no que diz respeito a ajudar com a equipa, é sempre rápido a resolver as coisas, explicar coisas ou mesmo coisas mais simples como responder a mensagens. É, naturalmente, o piloto a seguir pelo seu profissionalismo e entusiasmo com no desporto e dá o exemplo que outros quererão seguir.”

Foto: Future7Media/Andrea Belluschi

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!