João Lourenço: “Adorava ser o Paulo Gonçalves com a técnica do Rúben Faria”

By on 11 Maio, 2020

20 perguntas de resposta rápida foi o desafio que colocámos a João Lourenço, vice-campeão nacional de Enduro na classe Elite 2!

Data de nascimento?

“22/08/1992”.

Na escola, eras um aluno bem comportado?

“Muito… A certa altura, os professores até mandaram fazer uma auréola para mim.” 😂😇

O teu passatempo preferido?

“Passear com a minha namorada. E adoro ir aos percebes!!!”

Fora das motos, que outro desporto acompanhas como fã?

“Surf e pesca desportiva.”

Se não fosses piloto, qual o desporto que escolhias para fazer competição?

“Pergunta difícil… Todo o meu inicio de vida foi ligada ao mar, sempre pratiquei desportos náuticos quando era mais jovem… Mas talvez o Ciclismo e o BTT… Não consigo dizer um específico.”

Para ti, o mais importante na vida é…

“A saúde da minha família, sem dúvida!!! A certa altura, coloquei as motos como prioridade acima de qualquer coisa na minha vida, hoje em dia já penso de maneira diferente.”

Se um dia pudesses ser uma estrela mundial, quem escolhias ser?

“O Ronaldo das motos, sem dúvida!” 😅😅

Qual foi a primeira prova da tua carreira?

“Uma prova de Cross Country em Mourão em 2008. Apenas com um mês de moto.” 🙈

Utilizas o número 10 por que motivo?

“Quando fui piloto da classe Open, um amigo escolheu o 100 para mim. 100 isto, 100 aquilo… 😂 Quando passei para a Elite, limitei-me a tirar um 0.”

Ídolo a nível nacional?

“Complicado… mas adorava ser o Paulo Gonçalves com a técnica do Rúben Faria ou Luís Correia.”

Billy Bolt

Piloto preferido a nível internacional?

“Bily Bolt, tem uma pinta top!”

A prova ou pista que mais gostas?

“Adoro o Enduro de Valpaços! Quanto a uma pista, sem dúvida alguma, a Cortelha!”

A prova que menos gostas?

“Qualquer prova à chuva ou lama.” 🤪

Como piloto, diz-nos um ponto forte e um ponto fraco teu?

“Ponto forte é o meu psicológico. O ponto fraco é obviamente os meus ossos!” 🙈

Quem é (ou foi) a pessoa mais importante na tua carreira?

“Sem dúvida alguma, o Celestino Cruz. Hoje em dia é a Familia Espinha.”

Joaquim Rodrigues

Imagina que te era dada a hipótese de treinar um dia inteiro com qualquer piloto nacional ou mundial. Quem escolhias?

“Joaquim Rodrigues.”

Tens alguma superstição ou ritual antes de começar uma corrida?

“Nada.”

Até hoje, qual foi a corrida da tua vida?

“Alcanena 2016.”

Qual o jovem piloto que achas que pode vir a ser uma futura “estrela” da modalidade?

“Fábio Costa.”

A Beta 300 de Brad Freeman

Se te dessem a possibilidade de testar uma moto de um piloto de fábrica (da atualidade ou do passado), que moto escolhias?

“A Beta de fábrica do Brad Freeman.”

Que corrida ou campeonato sonhas um dia ganhar?

“Em Portugal, a Baja Portalegre. A nível internacional, o Dakar sem dúvida alguma.”

João Lourenço (Foto: FMP)

A quem gostarias de agradecer?

“Gostava muito de agradecer a todos aqueles que ao longo destes anos de dedicação às motos me ajudaram… Dezenas de pessoas, que me deitaram a mão! E a todos aos patrocinadores que passaram no meu percurso até à data! Qualquer palavra sinto que não chega para agradecer o que têm feito por mim!”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!