Luís Outeiro: “Vamos lutar com tudo para tentar o apuramento”

By on 20 Setembro, 2019

Na sua segunda participação no Motocross das Nações, Luís Outeiro mostra-se determinado em contribuir para o apuramento da equipa portuguesa. Estivemos à fala com o jovem piloto de Alqueidao.

Como está a decorrer a adaptação de novo à Honda?

“Está a correr muito bem. A moto é muito fácil de conduzir e tem umas suspensões e estabilidade espetacular. A nível de motor, este modelo de 2020 está muito melhor do que eu conhecia de 2018, mais forte e mais “elástico”. Claro que ainda temos que melhorar alguns aspectos. Mas, no geral, estou muito satisfeito e confiante que vamos ter uma moto competitiva.”

Que tipo de preparação específica estás a fazer para esta prova?

“Estamos a treinar muito em pistas de areia, e a tentar colocar o físico no melhor possível. Ficámos apenas com pouco mais de quatro semanas de preparação mas estamos a tentar estar o melhor possível para dar o máximo e dignificar o nosso país.”

Como correram os estágios até agora realizados?

“Os estágios foram muito positivos. O ambiente entre todos é muito bom e temos trabalhado bem em grupo para estarmos todos na melhor forma possível. Partilhamos experiência e conhecimento e isso tem-me ajudado muito. Tenho dois colegas de equipa muito experientes e só tenho que lhes agradecer todo o apoio que me tem dado.”

Será a tua segunda participação no MXDN. Quais são os objetivos que tens para esta prova, individuais e de equipa?

“Não tenho qualquer objetivo individual, apenas fazer o melhor que consigo e sei. Se assim o fizer, sei que irei contribuir para a equipa e isso sim é o mais importante. Todos sabemos que a qualificação será muito difícil, mas vamos lutar com tudo para tentar o apuramento sem ter que ir à final B. Sabemos que vai ser difícil, mas esse é o objetivo de todos.”

Já competiste duas vezes em Assen. Qual o segredo para ser rápido neste circuito?

“Sim, já competi em Assen na Copa Honda CRF 150. Tudo pode acontecer, se chover será uma coisa, se fizer sol outra completamente diferente. A pista é muito exigente e transforma-se completamente consoante o clima. Mas pelo que sabemos eles vão alterar muito a pista, daí que será uma novidade para todos. O principal será não cometer erros e tentar ser consistente. No final, logo se fazem as contas.”

(Foto: Facebook Luís Outeiro)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!