MXGP: EUA na mira de Tim Gajser para 2021?

By on 7 Novembro, 2019

“O meu sonho quando era miúdo era ter sucesso neste desporto, no motocross. Quando assinei com a HRC, os meus primeiros sonhos tornaram-se realidade”, diz Tim Gajser.

O esloveno tem outro contrato de um ano com a Honda para correr no MXGP mas, para 2021, mudar para o AMA Supercross é um pensamento bastante realista, visto que as conversações já tiveram início.

“Muitas equipas nos EUA ficaram muito satisfeitas com a minha prestação na Monster Energy Cup. De facto, ninguém esperava que eu estivesse tão bem depois de tão pouco treino. Há definitivamente muito interesse por parte delas”.

Porém, Gajser explica que a Honda terá uma vantagem na decisão. “Eles foram os primeiros. Quando ninguém acreditava em mim, eles acreditaram e viram o meu potencial . Crescemos juntos e alcançámos três títulos mundiais. Certamente que a Honda terá uma enorme vantagem sobre os outros”, disse o piloto esloveno que acrescentou ainda que a decisão deverá ser tomada ainda durante o inverno.

Gajser terá 25 anos em 2021 e, portanto, será muito mais velho do que a maioria dos pilotos que começam como adolescentes a aprender Supercross. Seria um grande risco aprender uma nova modalidade tão tarde, mas é possível que Gajser sinta que fez tudo o que podia no MXGP e que, por isso, precisa de um novo desafio.

No entanto, tendo em conta a presença de  Herlings, Prado e Cairoli na temporada que se avizinha, 2020 deverá ser um dos anos mais duros e competitivos dos próximos tempos.

(Foto: HRC)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!