Governo destaca ética e altruísmo de Paulo Gonçalves

By on 13 Janeiro, 2020

O Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, emitiram um comunicado onde “lamentam profundamente a morte do motociclista Paulo Gonçalves, no Dakar 2020”.

Para o Governo, “Paulo Gonçalves fica, também, para a história da modalidade, como um dos desportistas com a «ética» e o «altruísmo» como marcas indeléveis da sua carreira. De resto, o percurso do motociclista português na alta competição ficou marcado por colocar sempre na frente da sua ação os valores da ajuda, do companheirismo e da sã competição”.

No mesmo comunicado, é destacado um dos muitos gestos de desportivismo do piloto de Esposende: “Há exatamente três anos, o mundo ficou a conhecer um gesto de Paulo Gonçalves, espelho da sua atitude no desporto e na vida, tendo acudido a um companheiro em apuros, em plena prova, em prejuízo da sua própria prestação. Essa atitude no Dakar 2016, entre outras que foi tendo ao longo do seu percurso desportivo, levou a que o IPDJ atribuísse ao motociclista o Prémio Nacional de Ética no Desporto de 2016. A própria Federação Internacional de Motociclismo atribuiu idêntica distinção”.

O Governo concluiu que “Paulo Gonçalves será lembrado como um atleta de exceção, um dos grandes campeões da história do desporto motorizado, um exemplo de dedicação e de altruísmo. A toda a família de Paulo Gonçalves, também à sua «família» desportiva, o Governo português endereça as suas mais sinceras condolências”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!