SuperEnduro: Blazusiak domina na Alemanha, Vieira 11.º

By on 5 Janeiro, 2020

Na primeira corrida, Billy Bolt e Alfredo Gomez não podia ter arrancado melhor, deixando para traz Taddy Blazusiak. No entanto, Bolt acabaria por cometer uma série de erros no final da primeira volta, o que o colocou de fora da luta. O jovem britânico viu assim Blazusiak passar-lhe à frente para terminar em primeiro. Gomez chegou logo a seguir, depois de uma luta acesa com Jonny Walker, que terminou em terceiro.

À partida para a segunda corrida foi, mais uma vez, Blasusiak a fazer-se notar, tomando a liderança. Bolt não deixou Blazusiak escapar e, depois de uma queda do polaco, colocou-se na frente da corrida. No entanto, o veterano do SuperEnduro deu o máximo e, depois de um erro de Bolt, retomou o seu lugar para nunca mais o deixar escapar. O piloto da Husqvarna discutiu o segundo lugar com Walker e acabou por levar a melhor sobre o britânico da KTM.

Taddy Blasuziak mostrou que este era, sem dúvida, o seu dia, pois quando o portão caiu saltou, uma vez mais, para a liderança da corrida. Bolt viu-se envolvido numa confusão com o seu colega de equipa, Gomez, enquanto Walker se colocava na segunda posição. Entretanto, o piloto seis vezes campeão do mundo já tinha conquistado alguma vantagem sobre os restantes que foi mais do que suficiente para vencer a última corrida da noite e fechar o dia com chave de ouro.

“Acho que agora sei a definição de uma noite perfeita! As coisas correram da melhor forma, até porque gosto muito desta pista. Estou muito feliz por estar de volta ao topo do campeonato. Agora temos de manter este ritmo durante o resto da temporada, o que não vai ser fácil!”

Alfredo Gomez terminou a última corrida na segunda posição apesar do incidente que teve no início. Já Jonny Walker acabou por cair na última volta. “Estou zangado esta noite porque, apesar de ter conseguido o meu primeiro pódio da temporada, acho que perdi uma oportunidade de fazer muito melhor. Eu usei muita energia nas duas primeiras corridas para tentar voltar ao pódio e, apesar de tudo, é bom ver que agora tenho o ritmo, por isso espero converter isso numa vitória da próxima vez em Espanha”.

Com a queda de Walker, Billy Bolt viu uma oportunidade de ficar em 3º na corrida e em 2º na geral na noite. “Cometi demasiados erros e ataquei demais, talvez porque gostava muito da pista e estava entusiasmado por pilotar nela. A partir de segunda-feira volto ao trabalho e pretendo retomar a liderança do campeonato”.

Destaque ainda para o piloto português Diogo Vieira terminou a prova na 11ª posição, depois de ter feito 13º na primeira final, 10º na segunda e, por fim, na última final da noite fechou com um surpreendente 8º lugar.

Foto: FIM SuperEnduro

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!