Tomás Clemente: “O nosso 4.º lugar avivou o nome de Portugal no mundo do Enduro”

By on 27 Novembro, 2019

Tomás Clemente foi o “capitão” de equipa da seleção Júnior nos ISDE. Melhor representante individual de Portugal, o piloto da KTM foi determinante na obtenção do 4.º lugar do nosso país entre os mais novos.

De uma forma geral, como te correu esta edição dos ISDE?

“Apesar de a prova ter sido ‘em nossa casa’ e me ter corrido bem, é sempre uma corrida muito exigente. Consegui ir melhorando ao longo dos dias mas senti-me ainda um pouco distante dos pilotos mais rápidos. De um modo geral, foi mais uma boa aprendizagem para um dia poder vir a ser um dos melhores do mundo”.

A prova teve três percursos diferentes: a “Rota do Menir”, o “Desafio de Monchique” e a “Travessia do Barrocal”. Qual o percurso que mais te agradou e qual o que consideras ter sido o mais desafiante para ti?

“Os dias que mais me entusiasmaram foram aqueles em que fizemos o percurso de Monchique. Era um percurso mais de  Enduro onde tivemos também alguma chuva e que tornou a corrida ainda mais competitiva”.

Que balanço fazes do resultado alcançado a nível individual e coletivo?

“Pessoalmente, o balanço é positivo apesar de eu querer sempre um pouco mais. Relativamente à Seleção Júnior, penso que o 4.º lugar alcançado foi um bom resultado e um ‘avivar’ do nome de Portugal no mundo do Enduro. Os meus parabéns também a todos os meus colegas”.

(Foto: Ladeiro Extreme Photography)

(Foto de abertura: Facebook AQD Graphics)

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!