Dakar 2020, Etapa 9: Quintanilla vence, Brabec controla

By on 14 Janeiro, 2020

Pablo Quintanilla afirmara no final da etapa 7, que se atrasara propositadamente na parte final para poder partir mais de trás na etapa seguinte e recuperar mais tempo a Brabec, tentando assim diminuir a diferença que o separa da liderança. Assim o disse, melhor o fez, Pablo Quintanilla partiu hoje da 8ª posição para a pista e assim conseguiu recuperar algum tempo aos seus adversários que partiram mais da frente.

Ricky Brabec partiu em 5º lugar para a etapa, 6 minutos antes de Toby Price e 9 minutos antes de Quintanilla, o que lhe deveria ser desvantajoso e de facto assim foi. Só que Brabec dispunha à partida, de uma vantagem de quase 25 minutos, o que lhe dá margem mais do que suficiente para controlar os seus adversários, perdendo algum tempo para eles, mas sempre mantendo uma liderança segura e estável.

Ricky Brabec poderá nas próximas 3 etapas remanescentes, continuar a manter uma estratégia inteligente, que lhe permite controlar os seus adversários sem assumir riscos. Os riscos, quem os tem que assumir agora é precisamente Pablo Quintanilla e Toby Price, algo que já fizeram hoje, conquistando os primeiro e segundo lugares da etapa 9, respectivamente.

Só que Ricky Brabec continua a andar muito forte, conseguindo o 4º lugar da etapa e apenas cedendo 3m55s para o chileno da Husqvarna e 2m para o australiano da KTM.

Portanto tudo se afigura favorável às pretensões de Ruben Faria, o ex-piloto português que assumiu a direcção da equipa Monster Energy Honda Team, pelos vistos com grande competência. Sentimos, desde o inicio do rali, que a Honda estava a actuar em bloco. Durante algumas etapas conseguiu posicionar 4 motos no top5 e mesmo assim, aproxima-se agora do final do rali com 3 motos nos 5 primeiros lugares, em 1º, 4º e 5º precisamente.

Mas tudo está em aberto ainda, pois uma avaria ou queda de Brabec (como aconteceu em 2019) representará uma reviravolta que colocará vários pilotos em luta, pois entre Quintanilla (2º) e Cornejo (5º) a diferença é de apenas 8m30s…o que pode ser gerível em 3 etapas.

Aliás, Quintanilla amanhã parte da frente, seguido de Toby price e os dois vão provavelmente perder tempo para Barreda, Cornejo da Honda que partem mais de trás….e seguramente também perderão para Brabec se este continuar em ritmo forte, o que a meu ver, não deveria fazer…

Mário Patrão foi hoje o 25ºda etapa, António Maio foi o 37º e Fausto Mota 34º

Classificação da 9ªEtapa:

Classificação geral após 9ªEtapa:

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!